Você está aqui:

Notícias

Referência: gestão da Seplag atrai olhares de Angola

Visita técnica objetiva conhecer política de compras públicas do Estado e sistemas implementados na sua execução

Referência em políticas de gestão e logística, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) recebeu, na quarta-feira (29.05), visita técnica de representantes do Serviço Nacional da Contratação Pública da Angola (SNCPA). A solicitação da visita surgiu por indicação do Banco Mundial (Bird) e de outros países de língua portuguesa, que reconhecem o Governo de Minas como exemplo de eficiência no desenvolvimento de políticas de compras públicas.

Com pouco mais de 40 anos de independência, o país está em processo de adequações no modelo de execução de sua gestão e, nesse momento, conhecer realidades positivas é essencial, contou o diretor geral do SNCPA, Saidy Fernando. “Passamos por um período de aperfeiçoamento técnico. E o sistema logístico desenvolvido pela Seplag é referência. Aprender como são executados os procedimentos de compras, o cadastro de fornecedores, o desenvolvimento do catálogo de materiais, tudo isso, e muito mais, foi de extrema relevância ao trabalho que pretendemos levar ao nosso Governo”, ressaltou o diretor.

Recebidos pela secretária-adjunta da Seplag, Luisa Barreto, e pelo subsecretário de Gestão Logística, Rodrigo Matias, os angolanos demonstraram interesse especial em questões relacionadas às licitações eletrônicas, monitoramento de preços em procedimentos licitatórios, fornecedores locais, capacitação e certificação de agentes públicos. “Os procedimentos adotados pela Subsecretaria de Gestão Logística da Seplag são frutos de pesquisas e de estudos inovadores. A política de compras do Estado está em constante evolução e qualificação dos seus agentes”, enfatizou o subsecretário Rodrigo. 

Sobre a Subsecretaria de Gestão Logística

As responsabilidades da subsecretaria são amplas e diversificadas. Coordenar a formulação, a execução e a orientação técnica das políticas voltadas para a gestão logística e patrimonial do Estado são as principais funcionalidades do setor. Além disso, implementar ações que estimulem a realização das compras públicas sustentáveis, as contratações de bens e serviços de uso comum pelos órgãos e entidades e a gestão da frota de veículos vinculados à Cidade Administrativa, também fazem parte das atribuições do setor. 
Entre os sistemas para os procedimentos de compras estão o Portal de ComprasMG, o Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços (Siad) e o Sistema de Concessão de Diárias e Passagens do Estado.
 

Notícias relacionadas

O subsecretário foi convidado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento a relatar a experiência do governo mineiro durante o "Seminário Pernambuco, BID e Países Andinos", realizado em Recife. O banco é um dos parceiros dos estados e países na formatação, implantação e acompanhamento de gestão.

Segundo o chairman Agus Rahardjo, Minas Gerais é uma ótima referência. "A Indonésia está desenvolvendo um sistema eletrônico de compras e Minas está sendo muito útil. Queremos entender como funcionam os subsistemas que dão sustentação ao programa de compra", explicou.

A visita começou na segunda-feira (10/08) e os representantes de Cabo Verde puderam participar de palestras sobre gestão de frota, compras eletrônicas, avaliação de fornecedores, políticas de aquisição de alimentos da agricultura familiar e fomento à participação das micro e pequenas empresas.