Metas Prioritárias de Governo

Dentre os diversos programas governamentais, alguns se destacam por sua relevância social, econômica, cultural, ambiental, dentre outros. As entregas prioritárias do Governo de Minas Gerais possuem uma metodologia diferenciada de planejamento e acompanhamento.

Desenvolvido pelo Governo de Minas Gerais no ano de 2015 e disponibilizado para utilização no ano de 2016, o    é a ferramenta de gestão das entregas prioritárias. Para sua atualização, tem-se uma sistemática periódica de acompanhamento junto aos órgãos e entidades responsáveis pelas ações, coordenada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG. 

Nele, as entregas são representadas em metas e ações, vinculadas aos eixos estratégicos e áreas de governo do PMDI. Da mesma forma, os resultados estão vinculados aos 17 Territórios de Desenvolvimento, reforçando as particularidades regionais do Estado.

As metas são desdobramentos dos objetivos estratégicos e são responsáveis pela especificação quantitativa dos compromissos e resultados que o Estado almeja atingir. Até o primeiro semestre de 2017 o governo de Minas Gerais possuía 138 metas prioritárias, orientadas pela meta síntese estabelecida no PMDI, que é promover um modelo de desenvolvimento socioeconômico sustentável para Minas Gerais, integrado e tecnológico, reduzindo as desigualdades regionais.

As ações são desdobramentos das metas e refletem os produtos ou etapas necessárias para o seu atingimento. Representam o nível mais imediato de entrega de bens e serviços públicos à população.

 

O resultado desse acompanhamento intensivo permite o apoio à solução de gargalos encontrados durante a execução das ações, bem como o fornecimento de informações para diversas instâncias, instrumentos e sistemas de Governo.